Caminhada e muito sol na cabeça: assim foi o final de semana do candidato João Derly

Caminhada e muito sol na cabeça: assim foi o final de semana do candidato João Derly

Da Zona Norte ao Extremo-Sul de Porto Alegre foi o percurso de João Derly neste final de semana. O candidato à prefeitura da Capital pelo Republicanos ouviu as demandas das Vilas Amazônia, Vitória da Conquista, Cruzeiro e do Lami. O sol forte expôs ainda mais os graves problemas enfrentados pela população que vive nesses locais. Esgoto a céu aberto, falta de água, chão batido, poucos ônibus, não tem posto de saúde e nem escolas.

Na Vila Amazônia, na Zona Norte, uma creche abandonada há 15 anos está fazendo falta para as mães que trabalham e não têm onde deixar seus filhos em segurança. Além disso, os aspectos gerais do bairro são muito precários, não tem posto de saúde próximo, nem esgoto encanado e falta pavimentação. Ao lado, na Vila Vitória da Conquista o abandono também é visível. De acordo com o senhor Balmo da Silva, os problemas são muitos. “A gente chora de sofrimento. O pobre sofre. Roubam de nós. Nós que limpamos aqui, porque o caminhão do lixo só vem carregar. Quando chove alaga tudo. O valão enche. A gente trabalha, constrói as coisas e perde tudo. A minha intenção é sair daqui porque é área de risco. O que nós estamos sofrendo aqui ninguém deveria estar passando”, desabafou. A situação da Vila é bastante preocupante.

A tarde no Lami foi de conversa com moradores locais. Assim como João, que traz em seu Plano de Governo desenvolvimento da região, com sustentabilidade, investimento em turismo urbano e infraestrutura, a comunidade também reclama do abandono sofrido pelo poder público. Segundo Daniel de Brum, a falta de segurança afugenta possíveis frequentadores do local, que possui estabelecimentos comerciais. A atendente Alessandra Roque da Costa relatou o problema do transporte público. Segundo ela, a frota está em péssimas condições, os horários são poucos e quando chove, os ônibus atolam e não conseguem entram em todas as ruas por causa dos buracos.

Já na Vila Cruzeiro a caminhada foi longa e durou três horas. Os moradores reclamaram de falta de segurança, principalmente. A dificuldade na saúde, mesmo com o Postão, também foi muito citada. São poucos os horários de ônibus e o número de veículos que têm acesso aos pontos do interior da comunidade. Questionado quanto à crise trazida pela pandemia, João Derly falou sobre suas propostas para a retomada da economia, principalmente àquela região, que possui vários pequenos comércios. “Vamos criar a Escola do Empreendedorismo, pois não adianta apenas dar microcrédito e não ensinar a aplicar. Essa será uma das formas de potencializar os talentos de cada região da cidade”, destacou o candidato.

shares
× Fale comigo no WhatsApp!