Estudantes questionam João Derly sobre mobilidade urbana e segurança no trânsito

Estudantes questionam João Derly sobre mobilidade urbana e segurança no trânsito

O candidato a prefeito de Porto Alegre pelo Republicanos, João Derly, foi sabatinado sobre mobilidade urbana e segurança no trânsito por alunos de escolas da Capital, nesta quinta-feira, 15. A rodada de encontros faz parte da iniciativa Voto Pela Vida, promovida pelo Vida Urgente – projeto da Fundação Thiago Gonzaga voltado para a conscientização, segurança e preservação da vida no trânsito.

Estudantes de diversas escolas, particulares e públicas, além de voluntários, inscreveram-se para questionarem o candidato sobre temas como transporte público, valor da passagem, situação da frota municipal e soluções para os problemas de mobilidade urbana. O encontro durou cerca de uma hora. A ideia foi apresentar os principais desafios enfrentados por eles em suas rotinas ao circularem pela cidade.

No mundo, os acidentes de trânsito são a maior causa de morte de jovens. Um dado triste e que depende de políticas públicas para ser modificado. Segundo Diza Gonzaga, presidente da Fundação, a juventude também é decisiva na construção de um trânsito mais seguro e humano, pois tem a capacidade de promover a mudança. “Os jovens não são futuro, eles são o nosso presente”, ressaltou.

João Derly iniciou sua participação mostrando suas propostas e contando um pouco da sua trajetória como vereador e deputado federal. “Eu, que me tornei bi-campeão mundial de Judô fruto do contraturno escolar, só pude obter essa conquista porque contei com a ajuda de outras pessoas além da minha família, que não tinha condições financeiras. Os motoristas e cobradores de ônibus deixavam que eu passasse debaixo da roleta para eu ir treinar, pois não tinha como pagar a passagem da escola para o clube. Então, quando estive no Legislativo Municipal, criei o programa Vou à Escola, para custear a passagem de estudantes de baixa renda que precisavam de transporte público para estudar”, explicou.

A pandemia também foi tema de questionamento. Quanto a isso, João Derly falou sobre a possibilidade de cobrança da passagem por trechos, de forma experimental, o que, além de baratear o custo para muitos usuários, levaria a um número menor de pessoas circulando ao mesmo tempo, diminuindo a aglomeração. Além disso, comprometeu-se a seguir todos os protocolos sanitários estipulados pelos órgãos de saúde. João Derly revelou ser um político que valoriza muito a participação popular, contando que durante suas passagens pelos Legislativo, tanto Municipal, quanto Federal, fazia bancas nas ruas para ouvir demandas e dali criar muitos projetos de lei.

Os jovens apresentaram ao candidato suas dificuldades em transitar com segurança pela cidade, independente da forma de locomoção. João Derly lembrou que em 2021 haverá a revisão do Plano Diretor Municipal e caso seja eleito, seu compromisso é justamente investir na acessibilidade para todos e nos transportes alternativos. “Apostaremos nos modais de transporte para melhorar a mobilidade urbana. Queremos integrar eletrônica e fisicamente todos os sistemas de transporte da cidade, os ônibus, sistema metropolitano, Trensurb, lotação, bikes, patinetes, táxi, catamarã, etc, através do cartão TRI e/ou celulares”, exemplificou. Além disso, investindo na segurança dos usuários, será permitido aos ônibus que parem em locais que não sejam os terminais, à noite, para dar mais segurança aos usuários, assim como já ocorre nas lotações.

O encerramento do evento ficou marcado pelo pacto de João Derly com os estudantes. “Existem muitos problemas a serem solucionados e estamos trabalhado justamente para isso. Temos muito para contribuir com as nossas ideias e creio que podemos fazer um belo trabalho por Porto Alegre agora. Vou ter o mesmo compromisso na administração da cidade que sempre tive nos tatames”, garantiu.

shares
× Fale comigo no WhatsApp!