João Derly é o único candidato a ter vídeos com libras na internet

João Derly é o único candidato a ter vídeos com libras na internet

Sempre preocupado com a inclusão, João Derly (Republicanos) é o único candidato a ter todos os vídeos oficiais de campanha com Libras. Além disso, seu Plano de Governo propõe diversas ações que adaptam Porto Alegre à mudança do perfil sociodemográfico que sofreu frente ao envelhecimento da população. Também traz à tona a necessidade da revisão do Plano Diretor como fator importante para a acessibilidade.

Tais medidas serão implantadas por meio do fortalecimento do COMDEPA e do Plano Diretor de Acessibilidade, entre outras iniciativas. “Não pode ser só discurso. Tem que ser prática. Garantir a acessibilidade é dever, e por isso nossos vídeos têm sempre uma intérprete de libras. No nosso plano de governo está claro: vamos criar a Secretaria da Acessibilidade e do Idoso. E teremos, em nossa gestão, um Centro de Referência de Idosos e das Pessoas com Deficiência.”, destaca João Derly.

Segundo a intérprete, Bibiana Vicente dos Santos, os vídeos dão fundamental assistência, inclusive na hora da escolha do candidato, por ter acesso às informações como propostas do candidato, conhecimento mais a fundo do partido, dentre outras. “Me sinto lisonjeada de traduzir a campanha de um candidato que se importa com a compreensão de todos. Sem sombra de dúvidas, ter um interprete em todos os vídeos e propagandas inclui o surdo como cidadão brasileiro com poder de compreensão clara de todos os acontecimentos, afinal o voto é um direito de todo cidadão”, disse a intérprete.

Porto Alegre foi a primeira cidade brasileira a ter um Plano Diretor de Acessibilidade – a lei número 678, de 22 de agosto de 2011. O regramento tinha como meta adequar a cidade às pessoas que nela vivem, porém a realidade é bastante diferente. O decreto n° 6.949/2009, promulgado na convenção dos direitos das pessoas com deficiência, ofereceu ao surdo o direito de ter participação dos acontecimentos sociais através da acessibilidade. O IBGE, em 2010, declarou ter nove milhões de pessoas com deficiência auditiva no Brasil.

Adicionar um comentário

Your email address will not be published.

shares
× Fale comigo no WhatsApp!