João Derly mostra preparo e conhecimento em Debate na BAND/RS

João Derly mostra preparo e conhecimento em Debate na BAND/RS

Expondo suas propostas com segurança, João Derly (Republicanos) participou do Debate entre os candidatos a prefeito de Porto Alegre, realizado pela emissora de televisão BAND RS, na noite dessa quinta-feira, 01. O encontro seguiu todos os protocolos de segurança exigidos em função da pandemia ocasionada pelo coronavírus. Estiveram presentes os 10 prefeituráveis com representação mínima no Congresso Nacional, como estipula a Lei Eleitoral.

Abrindo o debate, João Derly contou a sua trajetória como político. “Quando fui eleito vereador em Porto Alegre, dobrei o orçamento do esporte no município. Como deputado federal, trouxe mais de R$ 12 milhões para a cidade, que foram investidos em diversas áreas, como segurança, saúde e educação. Eu amo o local onde nasci, onde os meus filhos estão crescendo. Estou aqui para poder trabalhar em prol das pessoas que aqui vivem, com diálogo e transparência”, relatou.

Na sequência, o candidato perguntou ao atual prefeito, Nelson Marchezan, sobre sua dificuldade de diálogo durante a gestão. “De luta eu entendo e briga não é luta. O seu governo foi um monólogo. O senhor brigou com os empreendedores, que lhe apoiaram, com o governador, que é do seu partido. A cidade de Porto Alegre não merece ser governada dessa maneira pelo senhor, por mais quatro anos”, disse.

Sobre participação popular, João Derly lembrou que foi o primeiro vereador a ter um canal direto pelo whatsapp com o cidadão. Além disso, revelou uma faceta centralizadora do PCdoB. “O discurso das esquerdas encanta. Eu passei por isso, pois já estive lá. Porém, existe algo chamado Centralismo Democrático, que obriga os parlamentares a votarem de acordo com o que o comitê central decide. Em mais de 90 anos do partido, somente o deputado Aliel e eu enfrentamos uma decisão, votando de acordo com as nossas convicções e fomos punidos. Será que o PCdoB é realmente um partido de participação popular e de democracia?”, questionou.

Quando interrogado sobre a geração de emprego e renda, o candidato destacou as iniciativas que estão em seu pano de governo para estimular a recuperação econômica. “Eu tenho um dado de 2019 que as pequenas e médias empresas representam 95% das falências no país. Eu mesmo já tentei empreender e dei com os burros n’água. As pessoas não estão capacitadas. Por isso queremos criar a Escola do Empreendedorismo, onde prepararemos os cidadãos para utilizarem o microcrédito, destacando o potencial das vocações locais. Orientaremos desde os mais jovens ao mais antigos empreendedores, dando a eles segurança e qualificação. Temos um grande exemplo de sucesso, que é a Favela Holding, no Rio de Janeiro, provando que este modelo realmente funciona”, ressaltou. João Derly citou ainda o aplicativo que será criado para facilitar o acesso aos serviços públicos.

Encaminhando-se para o término do evento, o tema mobilidade urbana foi abordado. João Derly salientou que a revisão do cálculo de tarifa é fundamental para baratear o valor da passagem. “Hoje, os custos são superfaturados, feitos com cálculo errado. Se trabalharmos na flexibilização na propriedade de frota, por exemplo, podemos chegar a uma diminuição da passagem”, explicou.

João Derly falou, ainda, que ao lado do seu candidato a vice-prefeito, Delegado Fernando, irá trabalhar fortemente na questão da acessibilidade. “Vamos criar a Secretaria da Acessibilidade e do Idoso, para ser a referência para as Pessoas com Deficiência. Inclusive temos uma lei, do vereador José Freitas, do nosso partido, o Republicanos, que garante a Central de Intérpretes. Será uma das nossas prioridades cuidar dessa parcela da população. Porto Alegre tem que ser para todos agora”, garantiu.

Agradecendo o seu companheiro de caminhada, Delegado Fernando, João Derly encerrou sua participação falando com o telespectador, disponibilizando-se para enfrentaras as dificuldades que virão com a mesma garra que sempre teve no tatame. “Quero concluir com o meu slogan de campanha: Porto Alegre Agora. Vamos trabalhar em um projeto coletivo, para todas as pessoas da nossa cidade”, finalizou.

shares
× Fale comigo no WhatsApp!